Notícias

ANP AFIRMA QUE ARRECADAÇÃO COM PETRÓLEO PODE DOBRAR ATÉ 2024

  • 30 de setembro de 2019

De acordo com cálculos da Agência Nacional do Petróleo (ANP), a arrecadação da União, estados e municípios com a exploração de petróleo tende a chegar R$ 52,5 bilhões por ano a partir de 2024. A cifra é muito próxima de tudo o que foi arrecadado em royalties e participações especiais (PEs) por toda a indústria do petróleo no país em 2018

O Rio, cujo litoral abriga os campos do megaleilão que será realizado, terá os maiores retornos de acordo com o previsto. Isso significa uma nova oportunidade para a recomposição das finanças do Estado do Rio e de cidades produtoras para fazer investimentos capazes de viabilizar o futuro sem o petróleo. Entre as cidades, as mais beneficiadas seriam Campos, Macaé, Maricá e Saquarema.

A ANP explica que as estimativas de arrecadação que serão geradas pelas quatro áreas do megaleilão consideram a instalação de dez plataformas, com capacidade de 150 mil barris por dia cada, na região, além de uma cotação internacional do barril do petróleo em torno de US$ 70 e do dólar em R$ 4. A expectativa é que essas plataformas comecem a entrar em operação a partir de 2024 de forma gradativa. A atividade deve gerar uma demanda de investimentos pela indústria da ordem de R$ 1,7 trilhão até 2030.

Fonte: Jornal O GLOBO

 

Comentar