Eleições para conselheiros – CRT-RJ

Eleições para Conselheiros do CRT-RJ
MARCADA NOVA DATA DA ELEIÇÃO PARA CONSELHEIROS REGIONAIS DO CRT-RJ

A nova data da Eleição para Conselheiros do CRT-RJ será dia 22 de agosto, de acordo com a Deliberação nº 13/2019 da CER-RJ. A votação acontecerá das 9h às 19h

Técnico

Participe desta eleição histórica!

Saiba aqui como e onde votar

 

Data e horário

O Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado do Rio de Janeiro, realizará no dia 22 de agosto, das 9h às 19h, o processo eleitoral para a escolha dos 60 conselheiros ( titulares e suplentes) que farão parte da Plenária do CRT-RJ;

Quem pode votar

Por determinação da Resolução CFT nº 51 de 18 de janeiro de 2019, estão aptos a votar e participar das eleições para Conselheiros Regionais do CRT-RJ os profissionais devidamente registrados, quites com suas obrigações e anuidades e que não estejam cumprindo sanção de suspensão de registro por infração à legislação.

Documentos necessários para votar

Na hipótese de o profissional não constar, no sistema SINCETI, os eleitores aptos a votar deverão apresentar a mesa receptora a carteira de identidade profissional de técnico industrial, fornecida pelo CREA da respectiva unidade da federação ou pelo CFT, ou qualquer documento com foto devendo neste caso ser tomado seu voto em separado para posterior certificação pela CER quando do escrutínio.

Locais de votação:

Angra dos Reis: Eletronuclear (Av. Mário Covas BR 101)

Angra dos Reis: BrasFels (Av. Conde Maurício de Nassau S/N)

Campos dos Goytacazes: IFF (Rua Dr. Siqueira, 273 – Parque Dom Bosco)

Itaguaí: NUCLEP (Av. General Euclydes de Oliveira Figueiredo, nº 200)

Niterói: Metalúrgicos (Rua Cadete Xavier Leal, 31 - Centro)

Nova Iguaçu: Secretaria de Obras da Prefeitura (Rua Athaide Pimenta de Morais, n° 528-Centro)

Rio de Janeiro: Furnas Centrais Elétricas (Rua Real Grandeza nº 219 - Botafogo)

Rio de Janeiro: CEFET (Av. General Canabarro - Maracanã)

Rio de Janeiro: Sede do CRT-RJ (Avenida Passos n° 120, 3° e 4° andar- Centro)

Rio de Janeiro: Light Serviços Elétricos S/A (Subestação Frei Caneca 363 - Estácio)

Volta Redonda: IFF (Rua Antonio Barreiros, n°212, Nossa Senhora das Graças)

JUSTIÇA REVOGA LIMINAR E CONCEDE DECISÃO FAVORÁVEL AO CRT-RJ

1 - A suspensão do pleito teve origem em ação judicial movida pelo Senhor Osíris Barboza de Almeida, candidato derrotado nas eleições para Presidência / Diretoria do Conselho, realizadas em março deste ano.

2 - Na referida ação, o Sr. Osíris Barboza questionou a prorrogação do prazo para inscrição de candidaturas, algo absolutamente necessário para a continuidade do processo, uma vez que ao fim do primeiro prazo estabelecido não fora atingido o número mínimo de candidatos aptos a concorrer. Tal situação inviabilizaria até mesmo a instalação de sessão plenária do Conselho cujo quórum mínimo exigido é de 16 conselheiros (número equivalente a 50% mais um do pleno). É importante ressaltar que a própria candidatura do Sr Osíris só foi regularizada após a referida prorrogação, no dia 26/07, tendo o mesmo ajuizado ação contra a continuidade do processo eleitoral apenas em 29/07, o que demonstra claramente a intenção de tumultuar e atrasar o processo em prejuízo do bom e correto funcionamento do CRT-RJ o que, ao fim, acaba por prejudicar de forma direta a categoria dos técnicos em si, uma vez que retarda a instalação e o funcionamento de seu Conselho.

3 - O fato é reconhecido pelo magistrado Federal Firly Nascimento Filho em decisão, proferida em 7/08, que cassou a liminar obtida pelo Sr. Osíris e restabeleceu a normalidade do processo eleitoral. Afirma o referido magistrado: “Cumpre observar que a publicação de novo edital, com prorrogação do prazo para permitir novas inscrições e permitir aos candidatos que tiveram os seus registros indeferidos, para que regularizassem os documentos faltantes, mostrou-se plenamente necessária, tendo em vista que, por ocasião da publicação do edital convocatório de 30/04/2019, foram realizados um total de 28 (vinte e oito) registros, onde somente 10 (dez) foram considerados aptos (...) até mesmo o registro de inscrição do ora agravado encontrava-se irregular, conforme Deliberação nº 033/2019-CEN (Evento 1 – OUT17), uma vez que no momento da inscrição, tomando como base o primeiro edital publicado em 30/04/2019, o seu suplente não cumpriu os requisitos do regulamento eleitoral, pois teria deixado de juntar a Certidão da Justiça Federal de primeiro grau”.

4 - Diante do exposto, a Diretoria Executiva do CRT-RJ vem a público REPUDIAR com veemência a forma como o Sr. Osíris Barboza vem reiteradamente tumultuando o processo eleitoral do Conselho. Tal comportamento revela uma total desconsideração pelos Técnicos do Rio de Janeiro e consequente prejuízo aos cofres públicos. Em nome de uma luta política pessoal, o Sr. Osíris tem causado, desde 2018, reiterados atrasos na instalação do CRT-RJ prejudicando diretamente a vida dos profissionais ao postergar a entrega de serviços essenciais aos técnicos como emissão de Carteiras de Identidade Profissional, atendimento direto, entre outros.

5 - Por fim, reiteramos nossa convicção de que apenas o processo eleitoral democrático, conduzido com lisura e máxima transparência, pode garantir que seja respeitada a vontade dos trabalhadores na composição de um Conselho representativo, atuante e que reflita de forma coletiva, sem individualismos, os reais anseios da categoria.