Category: Notícias

SENAI oferece cursos online gratuitos

Para quem tem pouco tempo livre para estudar uma boa opção para turbinar o currículo são cursos on line e gratuitos. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) separou para você 4 cursos online e gratuitos com direito a certificado.O melhor é que você pode estudar em casa ou no caminho para o trabalho, pelo computador, celular ou tablet. As aulas a distância são mediadas por professores e você pode tirar todas as suas dúvidas no ambiente virtual de aprendizagem.

1) Oratória – (Comunicação Efetiva)
O curso é gratuito e destinado ao público interessado em aperfeiçoar sua comunicação oral e escrita da língua portuguesa de forma assertiva.

2) Redação
Ensina a escrever documentos administrativos com uma boa comunicação empresarial, clareza objetividade e uniformidade.

3) Qualidade no Atendimento e Postura Profissional
Você vai conhecer técnicas e recursos para aprimorar o atendimento aos clientes interno e externo, com foco na satisfação, na humanização do atendimento, na qualidade, na assertividade, na resolutividade, na responsabilidade e na ética. Vai contar bastante no seu currículo.

4) Segurança do Trabalho
O profissional vai compreender as questões relativas à Segurança, Meio Ambiente e Saúde de modo a possibilitar uma visão crítica dos riscos e perigos existentes no mundo do trabalho.

Fonte: Senai

Leia Mais

Primeira Técnica da Casa da Moeda visita o CRT-RJ

“Paguei o Crea por 30 anos e não tive reconhecimento.
Nunca fui recebida como fui hoje aqui na sala do presidente. Depois de muito anos sou valorizada e reconhecida”, disse Nazilda.

Nazilda Fernandes Ferreira, pernambucana de 60 anos que virou carioca, porque veio bebê para o Rio de Janeiro foi a primeira técnica industrial a trabalhar na área de manutenção na Casa da Moeda no final dos anos 80. Foi desafiada a fazer uma prova, passou em primeiro lugar e desbancou muitos técnicos homens na sua área. Técnica em Eletrônica desde 1980,  foi conhecer a sede do Conselho Regional dos Técnicos Industriais e em conversa com o presidente Sirney Braga  falou sobre sua trajetória profissional de mais de 30 anos de profissão, suas lutas e as discriminações passadas e mesmo com todas as dificuldades se considera uma vitoriosa. “ A paixão para ser técnica surgiu através de um namorado que eu tive aos 18 anos que era engenheiro elétrico. Comecei a me interessar pela profissão e a partir da experiência dele e fui fazer o Curso Técnico de Eletrônica na Escola Técnica Visconde de Mauá, em Marechal Hermes. A partir daí, comecei a trabalhar direto como técnica, passei por várias empresas até chegar à Casa da Moeda em 1988, onde fiquei até 2019 e me aposentei”, disse a técnica que ficou emocionada com a recepção no CRT-RJ.

O presidente Sirney Braga relembrou seus tempos de liderança sindical quando lutou pelos direitos dos técnicos tanto salariais; como por equipamentos de segurança. “Os técnicos eram muito resistentes em colocar o EPI-Equipamento de Proteção Individual, arriscavam suas vidas. Nós lutamos muita também pela inclusão das mulheres dentro do ambiente da fábrica”, disse Sirney.

Durante a conversa, a técnica Nazilda foi presenteada com um kit com publicações do CRT-RJ e também um pin do Conselho, mais a maior surpresa foi ela receber das mãos do presidente Sirney, a carteira profissional do CFT. “Paguei o Crea por 30 anos e não tive reconhecimento. Nunca fui recebida como fui hoje aqui na sala do presidente. Depois de muito anos sou valorizada e reconhecida”, disse Nazilda emocionada.

Leia Mais

Técnico Industrial visita o CRT-RJ

O CRT-RJ recebeu na tarde desta terça-feira (18/02) a visita do Técnico em Edificações Heber Rocha, 63 anos. Morador de Angra dos Reis, no Sul do estado, ele aproveitou a vinda à Capital para conhecer o seu novo Conselho. “Ter um Conselho próprio sempre foi uma coisa que nos motivou, antes nós não éramos tratados com prioridade e agora isso mudou. Fico muito honrado em conhecer a nossa sede”, disse Rocha.

 

O CRT-RJ recebe dezenas de técnicos presencialmente todos os dias — além de centenas de atendimentos diários por telefone ou internet — em busca de serviços relacionados a registro, carteira profissional, pagamento anuidade e pendências de documentos, mas visitas de cortesia, apenas para conhecer o espaço do novo Conselho, são mais raras. “Isso para nós é muito gratificante, pois mostra o carinho do profissional pelo seu Conselho”, disse o presidente Sirney Braga, que fez questão de mostrar ao profissional as instalações do Conselho. A sede do CRT-RJ está aberta a todos os técnicos de segunda a sexta-feira de 9h às 17h na Avenida Passos 120, 4º Andar.

 

Leia Mais

CRT-RJ participa de reunião na ALERJ com presidente da Comissão de Trabalho

O presidente do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado do Rio de Janeiro Sirney Braga representando a diretoria do CRT-RJ esteve com os conselheiros regionais da Comissão de Fiscalização, Gilberto Palmares, Aylson Antonio de Freitas, Roberto Batista de Gusmão e Luiz Antonio Soares da Rocha e o assessor da Presidência José Sérgio dos Santos no gabinete da Deputada Estadual Mônica Francisco (PSOL) que é presidente da Comissão do Trabalho, Seguridade e Legislação Social, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Na pauta a defesa do salário mínimo profissional e a importância do técnico industrial para a sociedade. “Somos 150 mil técnicos registrados no Estado do Rio de Janeiro e a fiscalização é função vital dos Conselhos, inclusive estamos participando de reuniões para a criação de uma Frente Parlamentar no Rio de Janeiro em defesa dos Conselhos Profissionais, porque querem acabar com os Conselhos, assim como estão fazendo com os sindicatos. O motivo da nossa visita é institucional para estabelecermos parcerias para que possamos garantir que o piso salarial do técnico seja cumprido pelas empresas”, disse o presidente do CRT-RJ, Sirney Braga.
O conselheiro Gilberto Palmares destacou o papel do CRT-RJ na educação profissional e citou a importância do  Conselho  participar do Conselho Estadual de Educação.

A deputada sugeriu a realização de audiência pública voltada para a defesa do cumprimento do salário mínimo profissional e pela valorização dos técnicos, o que trará maior visibilidade ao Conselho. “Teremos uma conversa com a nossa bancada mais democrática e progressista para falar da importância do Conselho Regional dos Técnicos Industriais e ajudar no que for preciso para o seu ingresso no Conselho Estadual de Educação. Precisamos que vocês nos passem informações para que possamos articular mais a favor dos técnicos que fazem parte das nossas lutas em defesa dos trabalhadores, disse a deputada que é militante de movimentos sociais, moradora do Morro do Borel e já trabalhou como empregada doméstica.

Leia Mais

CRT-RJ busca apoio para técnicos realizarem vistoria de gás domiciliar

O presidente do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado do Rio de Janeiro, Sirney Braga, reuniu-se com o Deputado Estadual Max Lemos (MDB), presidente da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro para debater a revisão na lei n.° 6890/2014 que trata da vistoria de gás domiciliar obrigatória em todo o estado.

Atualmente as inspeções são realizadas por empresas acreditadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), conforme regulamentação da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico (Agenersa). Entretanto, a matéria está em discussão pelos conselhos profissionais que defendem tratar-se de reserva de mercado dispensável, considerando que profissionais como os técnicos industriais, por exemplo, ou empresas registradas nos conselhos, mesmo que não acreditadas pelo Inmetro, podem realizar a vistoria. Além disso, mesmo as empresas acreditadas não tem alocado técnicos habilitados pelo CRT-RJ para a realização das mesmas, uma infração legal.

O procurador do CRT-RJ, Leonardo Montalvão, presente na reunião, lembrou que é atribuição legal dos conselhos atestar a competência técnica dos profissionais. “A ideia do CRT-RJ é abrir o mercado para o técnico e também beneficiar a sociedade, tendo em vista que o técnico está mais próximo da comunidade e tem condições de prestar esse serviço de forma mais acessível, fazendo valer o espírito da lei que é promover a seguranças nas instalações de gás domiciliares. Em seis anos, apenas dez empresas foram acreditadas para realizar quatro milhões de vistorias a cada cinco anos, meta inatingível, que, além de onerar o consumidor, fará da lei, letra morta”, concluiu.

O deputado Max Lemos que também é relator do Projeto de Autovistoria na Comissão de Processo e Justiça se comprometeu  a abrir  discussão  com o Inmetro, Agenersa, Naturgy e CRT  a fim de um melhor  estudo do assunto e para ao final apresentar  um projeto de lei substitutivo  que abre o mercado aos profissionais  habilitados a fazer a vistoria, barateando  o preço ao consumidor e evitando a formação de um cartel.

O assessor jurídico do deputado, Dr. Felippe Clem participou da reunião. Da delegação do CRT-RJ também presente à reunião estavam o conselheiro regional Gilberto Palmares, membro da Comissão de Fiscalização e o assessor da presidência José Sérgio dos Santos.

Leia Mais

Plenária de fevereiro homenageia SINTEC-RJ

A Plenária do dia 10 de fevereiro foi marcada pela homenagem feita pela Comissão de Honrarias do CRT-RJ pelos 30 anos do SINTEC-RJ-Sindicato dos Profissionais Técnicos Industriais de Nível Médio do Estado do Rio de Janeiro. A justificativa de homenagear o Sindicato que representa a categoria dos técnicos industriais de todo o estado foi lida pelo coordenador da Câmara de Honrarias Marcelo Manhães. O presidente Sirney Braga destacou a importância do SINTEC-RJ desde a sua fundação e também comentou sua chegada no Sindicato em 1997 quando ainda trabalhava em Furnas. “Durante todos os estes anos travamos várias lutas em defesa do salário mínimo profissional dos técnicos e também na construção do nosso próprio Conselho. Se hoje o CRT-RJ existe foi porque o SINTEC-RJ trabalhou muito para esta realização”, disse Sirney que foi presidente do SINTEC-RJ por dois mandatos e atualmente atua como diretor da entidade.

O Coordenador da Comissão de Honrarias Marcelo Manhães fez a leitura da justificativa da homenagem aos Sintec-RJ

Na programação da homenagem foi exibido um vídeo com depoimentos de diretores do Sintec-RJ e também entregue uma placa em agradecimento e reconhecimento ao Sindicato.
Participaram da mesa além do presidente Sirney, o vice-presidente Elizeu Medeiros e o diretor de Fiscalização e Normas Italo Judice. O diretor administrativo Edmilson dos Santos não pode comparecer por motivo de força maior. Representando a diretoria do SINTEC-RJ na mesa estavam o fundador do SINTEC-RJ, Francisco Viana Balbino que também é diretor Administrativo do CFT e o presidente do SINTEC-RJ, Antonio Jorge Gomes que também é conselheiro do CFT.

Um bolo comemorativo pelos 30 anos do Sintec-RJ.

Funcionárias do Sintec-RJ prestigiaram a homenagem

Estavam na plenária também alguns representantes do Sintec-RJ, os conselheiros regionais Ricardo Reis, Hélio Cesar e Itelmar de Oliveira, e os diretores do Sindicato Jorge Paulo Rocha e Erenildes Borges.
Também fazem parte da Comissão de Honrarias o coordenador Suplente: Eleandro da Silva Miranda, coordenador-Adjunto: José Carlos Pereira, coordenador Adjunto Suplente: Manoel Francisco Salgado. Membros: Manoel Lopes de Oliveira Neto, Marcelo Thiengo Dalvi e Nilo Carpenter de Santanna. Membros Suplentes: Ricardo Gaspar de Menezes, Delço Jose Ribeiro e Henilson Lima de Assis

A ordem do Dia contou também com a apresentação do Programa de Fiscalização desenvolvido pelo T.I feita pelo diretor Italo Judice e pelo coordenador de TI e Comunicação Cláudio França, além dos seguintes assuntos: apreciação e deliberação da proposta de arquivamento no processo de inquérito nº067/2019 do diretor financeiro por ausências injustificadas, análise de Processos Administrativos encaminhados pela Comissão de Educação e também o registro da renúncia do conselheiro Rodrigo de Souza Fernandez Rodriguez ao cargo de coordenador titular na Comissão de Ética e eleição do novo coordenador entre seus membros. Outro assunto que movimentou bem a Plenária foi a eleição do novo diretor financeiro.

A Plenária contou com a presença de 27 conselheiros titulares e três suplentes. A próxima plenária será realizada no dia 9 de março.

Leia Mais

CRT-RJ apoia a Feira Brasil QSMS

O CRT-RJ é um dos parceiros da Feira Brasil QSMS, maior evento do país sobre Gestão de Qualidade, Meio Ambiente, Saúde e Segurança. 

A feira é destinada a profissionais e empresas interessados em conhecer e aprimorar sua visão sobre o tema e se atualizar em relação a novas práticas para a Gestão de QSMS.

O evento é gratuito e aberto ao público. Basta fazer a inscrição com antecedência no site bit.ly/37jI7CX

A Brasil QSMS acontecerá nos dias 25 e 26 de março na Barra da Tijuca. Para mais informações acesse bit.ly/2tNacoq

 

Leia Mais

Presidente do CRT-RJ é eleito coordenador adjunto do Fórum de Presidentes

O presidente  Sirney Braga representando a Diretoria do CRT-RJ participou nos dias 05 e 06 de fevereiro do VI Fórum de Presidentes promovido pelo CFT. A Diretoria Executiva do CFT e os Presidentes dos Conselhos Regionais debateram as novas estratégias e diretrizes de trabalho do ano e as demandas específicas de cada região, tendo como assunto principal a apresentação da carteira profissional definitiva e o aplicativo e-Técnico, onde a versão digital com QR-code da carteira será disponibilizada. Tanto a carteira digital quanto o aplicativo serão de acesso gratuito aos técnicos e técnicas com registro ativo no CFT.

O presidente Sirney Braga com o presidente do CFT Wilson Wanderley no momento da escolha para a coordenação adjunta do Fórum de Presidentes.

Durante o Fórum foi renovado o grupo que articula as pautas dos conselhos regionais para levá-las e deliberá-las junto ao CFT.O presidente Sirney Braga foi escolhido para ser o coordenador adjunto. O grupo é formado pelos seguintes presidentes: Coordenador – Sandro Augusto Silva (CRT-BA), Coordenador Adjunto – Sirney Braga (CRT-RJ) e Secretário Geral – João Batista Souza (CRT-02).

Outra pauta abordada no Fórum foi a proposta de um Plano Diretor de Tecnologia da Informação, onde o sistema CFT/CRTs implementará a Lei Geral de Proteção de Dados, uma vez que a segurança de dados tem correspondido nos últimos anos a um tema de responsabilidade pública e interesse mundial. Foi debatida também a reformulação da Resolução n° 086, que define atribuições profissionais para os Técnicos em Edificações, Eletromecânica, Eletrotécnica, Eletrônica, Automação Industrial, Mecânica, Construção Civil, Química, Telecomunicações e Eletroeletrônica — no âmbito de Projetos de Prevenção e Combate a Incêndio perante o Corpo de Bombeiros. A alteração tem o intuito de facilitar seu entendimento, pois o documento em sua atual formatação tem despertado múltiplas interpretações, de forma que sua reformulação foi sugerida pelos técnicos e técnicas.
Fonte: Asscom CFT

Leia Mais

CRT-RJ em Araruama

Representando a Diretoria do CRT-RJ, o presidente do CRT-RJ Sirney Braga esteve na Prefeitura de Araruama em reunião com a subprocuradora Daniela Camargo. Na pauta uma apresentação do CRT-RJ e o cumprimento do piso profissional dos técnicos industriais. A procuradora do CRT-RJ Cintia Andrade e o conselheiro regional Diego Marchon acompanharam o presidente na visita.

De acordo com o presidente Sirney Braga, a reunião inicial foi positiva. “Será marcada uma nova data para falar com o secretário de obras de Araruama sobre atuação dos técnicos industriais na cidade”, disse o presidente.
O presidente junto com o conselheiro regional Diego Marchon  foi conhecer a empresa ETEC STATUS que oferece cursos para técnicos em Araruama.

Leia Mais

Fiscalização do CRT-RJ visita Gás Natural Açu

A fiscalização do CRT-RJ que atua na Delegacia de Representação Região Norte Fluminense realizou visita técnica ao maior projeto energético baseado em gás da América Latina a Gás Natural Açu (GNA).
De acordo com o diretor de Fiscalização e Normas do CRT-RJ Italo Judice, o projeto promete ser um marco no mercado brasileiro com previsão de entrar em funcionamento em janeiro de 2021. “Esse projeto tem uma série de características que não só impulsionaram o âmbito de O&G, mas também vão fortalecer a distribuição de energia em território nacional como a economia local do Norte Fluminense que será positivamente impactada por meio da geração de empregos em massa”, disse o diretor.
A visita foi feita pela agente de fiscalização Francisco Barreto que também é professor do Senai. Em operação desde 2014 e com área total de 130 km², o Porto do Açu possui localização estratégica. São 9 terminais, divididos em áreas offshore e onshore.

Leia Mais