Notícias

Seminário fala sobre Ética, fiscalização e certificação competente

  • 26 de setembro de 2019

I Seminário Internacional dos Técnicos Industriais : Ética, Fiscalização e Certificação competente são abordados no ciclo de palestras

O primeiro dia de palestras do I Seminário Internacional dos Técnicos Industriais teve como ponto alto a palestra do TCU sobre Ética no Serviço Público ministrada pelo secretário de Controle Externo do TCU Dr.Márcio André Santos de Albuquerque que falou sobre alguns dos princípios fundamentais na fiscalização do serviço público.

“A qualidade da fiscalização é impulsionada quando se conhece e se aplicam normas profissionais .As Normas Internacionais das Entidades Fiscalizadoras Superiores ISSAI representam as melhores práticas de auditoria no setor público. Cerca de 190 entidades no mundo  que tem a função de fiscalizar o serviço público utilizam  a ISSA 30”, disse o secretário citando vários princípios ligados à  fiscalização que os conselhos regionais e o federal precisam fazer, chegando até a abordar  situações  extremas de intercepção de conselhos, o que considerou algo muito remoto.

O vice-presidente do CRT-RJ Elizeu Medeiros disse que a palestra do TCU foi de extrema importância para que as diretorias e os conselheiros federais e regionais tenham um norteador de como funciona um órgão de fiscalização .

“Nós precisamos destas experiências e orientações do órgão que vai nos fiscalizar e também como conselhos profissionais precisamos entender as normas que regem a ética para podermos atuar de forma eficaz “, disse Elizeu.

A representante do CAU/SP arquiteta Cecília Carrapatoso trouxe a experiência do Conselho dos Arquitetos e Urbanistas demostrando exemplos de atuação do CAU na fiscalização de obras e serviços. “Somos vistos pela sociedade como os “salvadores da pátria ” que possuem soluções para tudo e não é  bem assim . A fiscalização  envolve não apenas código de ética, mas sobretudo, equipamentos e estrutura “.

A questão do Ensino Técnico na América Latina foi o tema da palestra de Miguel Morales presidente da OITEC. A OITEC- Organização Internacional dos Técnicos foi iniciada em Montevideo no Uruguai em 1996 por iniciativa das instituições representativas dos técnicos da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai de comum acordo, retificando os protocolos de intenções de Blumenau, e de Montevideo.Morales falou do propósito de defender os interesses profissionais a nível internacional e fortalecer o desenvolvimento cultural, social, educativo e ético do Ensino médio na América Latina.

Encerrando o dia o representante da CPS/CETEC, Coordenador da Unidade do Ensino Médio e Técnico do Centro Paula Souza-SP Almério Melquíades de Araújo que  falou sobre Certificação por competência que é um sistema de avaliação que permite a profissionais que já atuam no mercado de trabalho serem reconhecidos, desde que atinjam as qualificações de acordo com um parâmetro estabelecido. Outro assunto abordado pelo coordenador foi a evasão escolar nas escolas técnicas que ocorre muito no turno da noite. Para ele, os cursos técnicos precisam se reciclar para atender à nova geração de técnicos, os técnicos da indústria 4.0.

Comentar